• Estúdio Casa Locomotiva

A trajetória de uma locomotiva a todo vapor

Atualizado: 28 de jul.

Em 2014, os sócios-fundadores da Casa Locomotiva - Benson Chin, Breno Ferreira, Shun Izumi e Evandro Malgueiro - enxergaram, em uma demanda própria como artistas, a necessidade de criar um espaço livre, descontraído, aconchegante e democrático para desenvolverem suas ideias. Construíram um local onde também fossem bem-vindas pessoas em busca de inspiração e de oportunidades para a prática artística, trocando referências e experiências com o público que frequentava a Casa.


Nesse ambiente amplamente criativo surgiu o Estúdio Casa Locomotiva. Os fundadores da Casa haviam se conhecido na Escola de Comunicação e Artes da USP na década anterior e, em 2014, já percorriam suas carreiras em produção de imagens e vídeos. Tinham, juntos, uma ampla prática com os mercados de moda, revistas, histórias em quadrinhos, cinema e fotografia publicitária e foram munidos de ainda mais bagagem pelas trocas valiosas com os artistas que passavam por lá. Identificaram a possibilidade de unir todos esses conhecimentos e vivências na estruturação de um estúdio naquele mesmo espaço, onde teriam a experiência única de uma produtora alocada dentro de um centro cultural.


Desse momento em diante, o Estúdio Casa Locomotiva não parou de se desenvolver. Com forte investimento em capacidade técnica, se tornou uma produtora full service, englobando variadas áreas da produção em seu catálogo.


Quando tudo começou, o curta-metragem Realejo, com direção de arte e ilustrações do Breno Ferreira e do Shun Izumi, estava completando sua carreira de festivais e acumulando uma série de prêmios, incluindo AnimaMundi, Festival do Rio, Fantaspoa, e finalista de animação no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro.


Em 2016, a campanha publicitária Getty Images: Endless Possibilities, com tratamento do Evandro Malgueiro em parceria com a Vetor Zero, conquistou oito categorias no Cannes Lions, além de emplacar o primeiro Grand-Prix em print do Clio Awards para o Brasil.


Mais tarde, em 2018, os serviços de fotografia e CGI foram expandidos e a equipe começou a crescer com produções completas in-house, entre elas o finalista do m-v-f awards Paranoia, um videoclipe que mistura câmera aberta com animações 2D e 3D.


O Estúdio se estabeleceu no mercado audiovisual oferecendo serviços de ilustração, animação, 3D, creative retouch, fotografia still e filme, e aplica seu grande potencial de criação artística para produzir para diversos nichos, atualmente entregando uma média de 85 projetos por ano. Seu portfólio inclui produções para grandes marcas dos mercados nacional e internacional, como Coca-Cola, McDonalds, BBC, CNN, O Boticário, Havaianas, Janssen, Honda, Volkswagen, Som Livre, Conspiração Filmes, Facebook, TikTok, NBA e muitas outras.


A Casa Locomotiva também se tornou um berço de desenvolvimento para o trabalho autoral e experimental dos artistas do Estúdio e uma grande parcela daqueles que frequentam o espaço compõe o banco para curadoria em projetos como o Nhá Benta 70 Anos e JEEP Easter Eggs, coleções que demandaram uma diversidade de traços, estilos e propostas artísticas em sua execução, ou Shamecards, da organização Change the Ref, e One Bic Pen Poster, comissionado pela agência Norte, que na mesma pegada autoral convidaram os artistas do Estúdio para colaborarem na criação dos seus projetos.


Após oito anos de existência, o Estúdio Casa Locomotiva continua a todo o vapor. Em 2022, já foram entregues mais de 60 projetos e a equipe segue crescendo e constantemente inovando com a energia que o centro cultural tem para oferecer. Agora que você já conhece a história do Estúdio, explore aqui no site o portfólio e veja os resultados dessa trajetória.